NOTÍCIAS | DESTAQUES

Formação Profissional Obrigatória para Empresas
40 horas anuais

 

Formar com o objetivo de elevar o desempenho 
profissional dos seus Colaboradores

Com a alteração ao Código do Trabalho, Lei n.º 93/2019 de 04 de setembro, os trabalhadores passam a ter direito a 40 horas de formação anual, em vez das 35 horas anuais anteriormente estabelecidas, bem como uma série de outras exigências no que concerne à dinâmica da formação profissional no contexto organizacional, definindo desta forma a obrigatoriedade da formação contínua nas empresas.

Anualmente, a formação contínua de ativos deve abranger, pelo menos, dez por cento dos trabalhadores da empresa. A empresa pode antecipar ou adiar a formação a um dado trabalhador durante dois anos. As horas de formação que não sejam asseguradas pelo empregador até ao termo dos dois anos posteriores ao seu vencimento, transformam-se em crédito de horas em igual número para formação por iniciativa do trabalhador. O crédito de horas para formação é referido ao período normal de trabalho, confere direito a retribuição e conta como tempo de serviço efetivo. Desta forma, o trabalhador pode usar o crédito para fazer formação, tendo apenas que informar o empregador, no mínimo, dez dias antes de a iniciar, sendo que este direito do trabalhador cessa passado três anos.

A obrigatoriedade da formação de 40 horas anuais eleva assim a importância da formação profissional dos colaboradores, na melhoria dos seus desempenhos e consequente aumento da produtividade e competitividade da empresa, quer numa perspetiva de aperfeiçoamento e reciclagem dos conhecimentos dos quadros, bem como no desenvolvimento de novos conhecimentos. 

Newsletter

    Sede:
  • Av. Marquês de Pombal, Lote 6 Sul 7º F
  • 2410 - 152 Leiria - Portugal
    Formação Profissional:
  • Av. Heróis de Angola, 76 – 2º C
  • 2400 - 153 Leiria - Portugal

Moodle

Logo moodle

Livro de Reclamações eletrónico

Parcerias

mscariano

carldora

MBM - Equipamentos de eleveção

Assimagra - Recursos Minerais